Blog
Tudo sobre a energia solar


Fortaleza chega à vice-liderança em potencial de geração solar

Com 13,44 megawatts (MW) de potência instalada em plantas de geração solar, Fortaleza assumiu, no fim de junho, a vice-liderança nacional em geração distribuída fotovoltaica, ficando atrás apenas do Rio de Janeiro (13,65 MW). Desde o início do ano, o potencial instalado na Capital saltou 44,3%, e o número de consumidores com painéis solares conectados à rede elétrica passou de 692 para 923, alta de 33,3%. E se for mantida a evolução do potencial instalado observado desde o início do ano, a expectativa é de que Fortaleza chegue, já nos próximos meses de 2020, à liderança nacional no segmento.

"Acredito que em dois ou três meses a gente pode passar o Rio de Janeiro em potência", diz Lucas de Melo, gerente comercial da empresa cearense Sou Energy. "Fortaleza se destaca, principalmente, pelo nível de negócios, já que a maior parte das unidades geradoras são pessoas jurídicas", afirma.

De acordo com Melo, o segmento de energia solar vem crescendo em torno de 100% nos últimos anos, impulsionado pelo barateamento dos equipamentos e pelo aumento dos custos com energia. "O preço do equipamento ficou mais viável e o preço da energia vem subindo acima da inflação. O que a gente vê, é que os empresários da nossa cidade estão vendo cada vez mais cases de sucesso e acabam precisando dessa energia para se diferenciar no mercado. Outro fator que vem ajudando muito, é a oferta de crédito oferecido pelos grandes bancos, que permite que o consumidor pague uma parcela equivalente a que pagava com a conta de energia".

No primeiro semestre, a Sou Energy, superou em 150% o número de projetos instalados na comparação com o primeiro semestre de 2018.

"Esse mercado está num crescimento assombroso. A economia está com quase todas as atividades paradas e essa é uma das poucas atividades econômicas que vêm se desenvolvendo", diz Jurandir Picanço, consultor de Energia da Fiec e presidente da Câmara Setorial de Energias Renováveis do Ceará (CSRenováveis-CE).

Liderança

"O Ceará como um todo já vem na liderança no Nordeste, e esse destaque do Estado no cenário nacional é fruto do trabalho que vem sendo feito pela Fiec (Federação das Indústrias do Estado do Ceará) junto com as empresas, das condições de incidência solar e, além disso, nós começamos a nos organizar mais cedo do que outros estados", acrescenta o consultor.

Enquanto Fortaleza registrou crescimento de 44,3% do potencial instalado, no Ceará o avanço foi de 48,8%, passando de 27,84 MW, em janeiro, para 41,43 MW, em junho, sétimo maior potencial instalado do País. No Estado, depois de Fortaleza os maiores potenciais estão instalados em Aquiraz (3,71 MW), Iguatu (2,47 MW), Juazeiro do Norte (2,40 MW) e Limoeiro do Norte (1,89 MW). Ao todo, o Ceará conta atualmente com 2.587 unidades geradoras de energia fotovoltaica.

https://diariodonordeste.verdesmares.com.br/editorias/negocios/fortaleza-chega-a-vice-lideranca-em-potencial-de-geracao-solar-1.2119799

06 de Julho de 2019